Produtos de cosmética podem prejudicar a visão?

5 doenças oculares mais comuns nos idosos
Março 23, 2020
Mostrar tudo

O uso de maquilhagem, assim como produtos para pele e cabelo são uma realidade para muitas pessoas. Como tal, é necessário que a sua escolha e manutenção seja feita de forma consciente, tendo sempre em conta os seus constituintes, o tipo de pele do seu utilizador, assim como a zona do corpo a que estes produtos irão ser aplicados.

Os nossos olhos são um órgão extremamente sensível pelo que deve ter especial cuidado na compra e na aplicação de cosméticos nesta zona específica.


Produtos cosméticos e a saúde ocular:

De acordo com vários estudos realizados ao longo dos anos, uma das substâncias que mais prejudica os nossos olhos é o formol. Produtos de cosmética que tenham esta substância na sua composição são de evitar, pois mesmo que estes seja mais baratos, representam um perigo elevado para os seus olhos.


Substâncias perigosas presentes nos cosméticos:

  • Óxido de metileno (oxiacetileno);
  • Metanal;
  • Oximetano;
  • Formalina;
  • Metil aldeído;
  • Adeído fórmico;
  • Metileno glicol.

  • Riscos e consequências da utilização de produtos de cosmética:

    Apesar de haver no mercado vários produtos seguros, que não correspondem a nenhum tipo de perigo para a saúde, o mau uso dos mesmos pode provocar danos e desconfortos oculares.

    Os riscos e consequências são tanto maiores quanto maior for a concentração dos elementos nocivos, assim como a frequência da sua utilização. Outra consequência associada é a utilização incorreta dos produtos, mesmo que estes não possuam substâncias nocivas.

    A utilização incorreta destes produtos ou a sua má composiçãopode levar a problemas oculares como:


  • Olhos secos;
  • Vermelhidão;
  • Alergia;
  • Conjuntivite;
  • Blefarite;
  • Lacrimejar;
  • Irritação;
  • Risco de opacificação do cristalino;
  • Aumento da probabilidade de formação de cataratas;
  • Risco de cancro elevado.

  • Aplicação e conservação seguras:

    Sempre que utilizar produtos de cosmética é importante que siga sempre algumas normas de segurança, pois, apesar do produto não possuir substâncias nocivas, a sua má aplicação e conservação são fatores de risco para a saúde ocular.


  • Evitar a utilizar delineadores ou lápis na borda interna da pálpebra - desta forma irá evitar a sua penetração no olho e consequentemente evita desencadear um processo inflamatório no olho;
  • Nunca partilhar produtos com outros utilizadores nem testar produtos nas lojas de cosméticos - cada pessoa tem a sua flora bacteriana nos olhos, e a partilha de materiais poderá provocar conjuntivites ou outras inflamações;
  • Não utilizar produtos cujo prazo de validade já expirou;
  • Não utilizar produtos cuja forma, odor, textura ou cor sofreram alterações;
  • Conservar os produtos de forma correta - armazenar em locais limpos, secos e ventilados;
  • Limpar corretamente todos os pincéis e esponjas utilizadas - desta forma está a remover restos de produtos, evitando que estes fiquem contaminados por bactérias e sujidade.

  • Remoção correta:

    Sempre que utilizar maquilhagem, é imperativo que nunca se esqueça de a remover antes de se deitar. Deve remover toda a maquilhagem sempre em direção oposta aos olhos, com movimentos da borda externa dos olhos em direção ao nariz. Desta forma não só não contamina os seus olhos, como evita que haja qualquer tipo de danos ao nível da pálpebra inferior do globo ocular.

    A utilização de produtos de cosmética deve ser consciente e prudente. No entanto, caso verifique algum tipo de hipersensibilidade ocular, mesmo seguindo todos os passos referidos anteriormente, não hesite em recorrer ao seu oftalmologista.