A TODOS BOAS FESTAS SEMPRE COM UMA VISÃO PERFEITA

A TODOS BOAS FESTAS SEMPRE COM UMA VISÃO PERFEITA

Coronavírus pode causar conjuntivite?
Junho 17, 2020
Cuide dos seus olhos todo o ano
Julho 17, 2020
Mostrar tudo

A visão é considerada, por muitos, um dos sentidos mais importantes e preciosos. Neste sentido, é fundamental que o cuidado com os olhos seja tido em conta todos os dias.

Conheça 10 doenças oculares mais comuns na população e conheça quais as causas e devidos tratamentos.


Problemas oculares comuns


Alergia ocular

Este problema ocular resulta de uma inflação nos olhos originada por uma sustância que o organismo reconhece como perigosa para a visão, sendo esta um alérgeno. O mais frequente é esta alergia ser manifestada através de uma conjuntivite alérgica, de natureza sazonal. Aproximadamente, cerca de 20% da população sofre de problemas ocular alérgicas.

  • Causas
  • As causas mais comuns relacionadas com as alergias oculares são a exposição a alérgenos, pólen, fungos, pelos de animais, ácaros e alimentos. Contudo, existem outras causas que podem estar relacionadas com esta doença nos olhos.
  • Tratamento
  • A melhor forma de tratamento é evitar o contacto com alergénicos, contudo nalguns casos é inevitável o contacto com os alergénicos. Sendo assim, uma forma de aliviar os sintomas é aplicando um tratamento tópico, à base de gotas oculares e pomadas oftálmicas antialérgicas ou lágrimas artificiais.

    Existem outras formas de tratamento, deve escolher a que se adapta melhor ao tipo de alergénico. Aconselhamos que fale com o seu especialista da vista para que o tratamento seja feito de forma mais adequada.


    Astigmatismo

    O astigmatismo acontece quando a córnea apresenta alterações nos eixos da sua curvatura. Os objetos ficam desfocados em diferentes pontos da retina, originando visão desfocada.

  • Causas
  • Uma das causas mais recorrentes nesta doença ocular é hereditária. Habitualmente, aparece no nascimento ou após um trauma visual.
  • Tratamento
  • Esta doença pode ser tratada através do uso de óculos com lentes cilíndricas, lentes de contacto ou cirurgia refrativa.


    Blefarite

    Esta doença ocular trata-se de uma inflamação comum e duradora nas pálpebras. A blefarite pode ter origem cíclica ou crónica. Os pacientes mais afetados têm tendência a apresentar pele seborreica, que produz secura visual.

  • Causas
  • As causas da blefarite podem ser infeciosas e não infeciosas. Esta doença pode ser originada através de parasitas, vírus ou bactérias, ou poderão estar relacionadas com alergias, seborreia ou causas tóxicas.
  • Tratamento
  • O tratamento desta doença pode ser através do uso de pomadas com antibiótico e lágrimas artificiais.

    Para prevenir o aparecimento desta doença ocular é fundamental ter hábitos de higiene redobrados, nomeadamente a limpeza do bordo palpebral, calor local e massagens suaves da base das pestanas.


    Miopia

    A miopia trata-se de um erro de refração que sensibiliza a visão à distância. Esta doença é um tipo de ametropia que tem como origem no globo ocular com comprimento axial longo, provocando uma imagem visual desfocada. Esta pode apresentar-se em três forma diferentes: simples, média ou patológica.

  • Causas
  • A miopia pode ter diferentes causas, a miopia patológica pode ter origem hereditária. Outra das causas mais comuns é o uso excessivo de aparelhos eletrónicos e o uso abusivo da visão central.
  • Tratamento
  • A miopia apenas pode ser tratada a partir de uma cirurgia a laser. Contudo, pode ser corrigida através de lentes negativas e lentes de contacto.


    Cataratas

    As cataratas consistem na opacidade parcial ou total do cristalino. Esta doença ocular provoca baixa acuidade visual, visão desfocada e cores desvanecidas. As cataratas têm tendência a desenvolverem-se nos olhos a partir dos 65 anos, contudo nesta idade está presente em cerca de 10% da população e em pessoas mais velhas, acima dos 85 anos está presente em cerca de 60% das pessoas.

  • Causas
  • A causa mais frequente está relacionada com o envelhecimento. No entanto, pode ter outras causas como hereditárias, metabólicas, tóxicas, congénitas ou traumáticas.
  • Tratamento
  • O tratamento desta doença ocular consiste na remoção do cristalino, feita a partir de uma cirurgia. Durante a cirurgia é removido o cristalino e substituído por uma lente intraocular.


    Conjuntivite

    A conjuntivite trata-se de uma inflamação conjuntiva. Esta inflamação pode ser de caráter crónico ou agudo recorrente (mais frequente). Esta doença visual apresenta alguns sintomas como comichão, lacrimejo ou ardor nos olhos.

  • Causas
  • As causas mais comuns da conjuntivite infeciosa são bactérias, vírus, fungos ou parasitas presentes nos olhos. A conjuntivite não infeciosa pode ter causas mecânicas, iatrogénicas, alérgicas ou ocupacionais.

  • Tratamento
  • A maior parte das conjuntivites passam naturalmente, contudo existem algumas formas de diminuir os sintomas e o desconforto, nomeadamente, aplicar soro fisiológico nos olhos e compressas molhadas sobre as pálpebras e limpar os óculos com frequência é outro fator fundamental para aliviar os sintomas.


    Estrabismo

    Esta é uma doença que afeta a orientação dos olhos, ou seja, trata-se de um desvio ocular da correspondência caráter normal de um dos olhos. Este desvio pode ser constante ou intermitente.

  • Causas
  • As causas do estrabismo podem ser provocadas por causas congénitas ou adquiridas.

  • Tratamento
  • Este tratamento pode ser ótico, clínico ou cirúrgico. É aconselhado que o tratamento seja feito o mais precocemente possível. Assim que existam sinais de aparecimento desta doença ocular é fundamental que encontre apoio profissional para que seja feito um diagnóstico.


    Hipermetropia

    Esta doença é um tipo de ametropia que tem origem no globo ocular com comprimento axial curto. Na hipermetropia a imagem visual é projetada por de trás da retina. Esta doença ocular é frequentemente diagnosticada em pessoas com menos de 60 anos.

  • Causas
  • A causa mais comum é congénita.

  • Tratamento
  • A hipermetropia pode ser corrigida através de lentes positivas, lentes de contacto ou cirurgia laser.


    Olho seco

    O olho seco é provocado por uma anormal lubrificação da superfície dos olhos. Esta doença ocular é desenvolvida quando existe um défice do fluído lacrimal.

  • Causas
  • Esta doença ocular pode ser causada pela utilização inadequada das lentes de contacto, pela exposição a ambientes com ar condicionado, uso de produtos de cosmética, fumo de tabaco, entre outras.

    Além das causas mencionadas, o olho seco pode ser provocado por determinados medicamentos, como é o caso de antidepressivos, diuréticos, anestésicos, etc. O envelhecimento também pode ser considerada como uma causa, pois em idade mais avançadas existe uma diminuição da produção de lágrimas.

  • Tratamento
  • O tratamento é aconselhado para todos os casos, uma vez que o olho seco pode provocar lesões na córnea. Este tratamento é feito a partir de lágrimas artificiais e, noutros casos, é necessário recorrer à oclusão da drenagem da lágrima.


    Terçolho ou Hordéolo

    Esta doença resulta de uma infeção de uma glândula da pálpebra, sendo que pode ser interna ou externa. A sua forma, geralmente, apresenta-se pequena, dolorosa e avermelhada. O terçolho ou hordéolo são doenças oculares bastante comuns, principalmente em pacientes que apresentam inflamações crónicas nas pálpebras.

  • Causas
  • A causa mais recorrente nos pacientes é bacteriana.

  • Tratamento
  • Geralmente, esta doença ocular drena naturalmente e em poucos dias. No entanto, nos casos mais graves é necessário intervenção de um especialista. O tratamento desta doença, nos casos mais resistentes e recorrentes, poderá ser preciso recorrer a drenagem cirúrgica.



    COVID - 19

    MEDIDAS DE PREVENÇÃO

    Dada a época excepcional que vivemos e seguindo as diretivas da DGS, informamos que estamos abertos ao público com algumas medidas de prevenção. Disponibilizamos a todos os nossos clientes um atendimento personalizado por, marcação online ou pelo telefone 21 439 79 48.

    Ao cliente serão entregues luvas e máscaras de proteção, bem como acesso a gel desinfectante.

     

    Quanto ao estabelecimento comercial, o mesmo será constantemente desinfetado em locais estratégicos para que os níveis de desinfeção sejam elevados e, todos os produtos serão desinfetados antes e depois do atendimento.

     

    Disponibilizámos também um serviço de entregas ao domicilio.